Iniciação espiritual II (hã?) | Eu & Nós

Iniciação espiritual II (hã?)

Por Mariana Viktor
Dr. Patch Adams

O doutor Patch Adams

Clique aqui para ler a primeira parte deste post.

Tivemos que raspar o cofrinho porque um bom curso de Coaching já é salgado pra um – pra dois, então, é qua$e uma calamidade. O custo dizia não mas um argumento definitivo disse sim: descobrimos que o dr. Patch Adams é membro de um dos institutos que certificam o curso que queríamos fazer. Você deve ter assistido ou ouvido falar do filme em homenagem a ele, o Robin Williams no papel do Patch. A gente pensou: “Se vamos ser colegas dessa figura, o Coaching deve valer a pena!” :D

Falei em psicologia no post passado, né?

Falei, sim. Mas tirei isso de lá quando editei o texto :D E já que toquei no assunto aqui… não, Coaching não tem nada a ver com psicologia, psicoterapia, muito menos com psicanálise ou com qualquer outro psi (assim como não tem a ver com guru indiano). Coisas psi focam o passado, o Coaching fica no presente e no futuro. É daqui pra frente. Mas…. pra ser um coach você precisa dar um rolê no passado e voltar zerado de lá. E foi mexendo os pauzinhos no presente do indicativo e no futuro do pretérito, nas muitas sessões de Coaching que realizamos no curso, que alguns colegas ficaram – como dizer? – completamente transformados. A uma certa altura só se via choradeira com gargalhada, um tal de se abraçar, de olhos brilhando pelas fichas que caíam.

Mas o que acontece numa sessão de coaching?

Às vezes, isso:

“Há uma teoria que indica que sempre que qualquer um descobrir exatamente para quê e por que o universo está aqui, o mesmo desaparecerá e será substituído imediatamente por algo ainda mais bizarro e inexplicável… Há uma outra teoria que indica que isto já aconteceu” (frase de Douglas Adams, escritor britânico que aparentemente não tem nada a ver com o Patch).

A gente viu o universo virar outra coisa e, de repente, tudo fez sentido, tudo foi pro lugar.

Na prática, teve quem se jogou de alegria na piscina do hotel com roupa e tudo. Teve gente que chegou sem saber que rumo seguir na vida e saiu de lá cheio de certezas, planos e metas. Uma pessoa (eu) estava há mais de 10 anos sem dirigir por (vamos falar francamente) medo. Pois uma amiga do curso ofereceu o carro emprestado, e a pessoa (eu) saiu pilotando pela avenida como se fizesse isso o dia todo – carteira de habilitação e óculos vencidíssimos, mas era mesmo o de menos naquele momento épico.

Este site nasceu da paixão pelo Coaching – que numa bela metáfora também significa  passeio numa carruagem húngara rumo ao melhor eu que eu posso ser.

Tá, mas o que aconteceu pra acontecer isso tudo? E por que só “às vezes” acontece? No próximo eu conto…

Clique aqui para ler a continuação deste post.

imagem: creative commons

veja quem

SOBRE O AUTOR

A Mariana é formada pela Sociedade Brasileira de Coaching (SBC) e pelo Instituto Brasileiro de Coaching (IBC). Especializada em Coaching de Relacionamento e Emotional Freedom Techniques (EFT), é certificada em Psicologia Positiva pela metodologia do professor Tal Ben-Shahar, de Harvard. Jornalista, dedicou-se às áreas de Comportamento, Saúde Holística e Sexualidade, sendo pós-graduanda em Terapia Familiar e coautora do livro Saúde Emocional (Editora Ser+). Colaboradora do blog da Sociedade Brasileira de Coaching, escreveu para as revistas Vida Simples, Galileu, Marie Claire, Bons Fluidos, Educação, Ana Maria, Viver Psicologia e Claudia, entre outras. Foi colunista das revistas Viva Saúde, Corpo a Corpo e Meu Nenê. Assina a coluna Dica da Mari na revista Atrevida.

Comentários do Facebook

4 Comentários

  • 15/4/2011 - 13:25 Carol Costa

    Gentem, daqui a pouco tô eu querendo fazer esse troço!

  • 15/4/2011 - 14:45 Mariana Viktor

    Calma, não se decida ainda antes de ler a continuação :D

  • 19/4/2011 - 10:21 Nelson Vieira

    Mariana … Mariana!!!

    Quanta lembrança maravilhosa desta turma de Floripa! Consegui enxergar e reviver cada momento (Ci ou Cenéstésico, eu?!) – [risos]

    Quanta Saudade!!!

    Um forte abraço,

    Nelson Vieira

  • 19/4/2011 - 10:23 Nelson Vieira

    Ah! Antes que eu esqueça…

    PARABÉNS pleo blog. Está simplesmente FANTÁSTICO!

Deixe seu comentário