Ado, ado, sexo é fora do quadrado! | Eu & Nós

Ado, ado, sexo é fora do quadrado!

Deixe a cabeça fora da cama

Por Mariana Viktor

casal se beijando– Seja carinhoso!

– Seja sexy!

– Tem que ter pegada!

– Nada de dar no primeiro encontro, hein?

São tantas regras que tem até manual de sedução. Mas na hora H…

♫ Demasiadas palavras
Fraco impulso de vida
Travada a mente na ideologia
E o corpo não agia
Como se o coração
Tivesse antes que optar
Entre o inseto e o inseticida…

 

A gente fala e pensa muito, e acaba deixando de sentir que o buraco é mais embaixo.

E não adianta procurar o buraco no índice do manual. Jogue fora também o mapa das zonas erógenas. Porque o que agrada a um não vai agradar a outro. Entre na sua floresta escura e acaricie a fera e a flor.

Com as mãos.

Com os olhos.

Com a pele.

Com a boca.

Com a língua.

Com os dentes.

Com a alma.

Com v-a-g-a-r.

E sucinto, só sinta. Porque sexo é como dança:

O corpo vira clave de sol quando os tambores tocam.

Não falta nada. Você sabe dançar e transar – mesmo achando que não sabe.

E acha que não sabe porque os movimentos instintivos foram travados pelo peso dos “certos” e “errados”. Dos “feios”, “sujos” e “malvados” que a gente ouviu a vida toda.

Deixe a cabeça fora da cama.

imagem: Nevery Lorakeet

SOBRE O AUTOR

A Mariana é formada pela Sociedade Brasileira de Coaching (SBC) e pelo Instituto Brasileiro de Coaching (IBC). Especializada em Coaching de Relacionamento e Emotional Freedom Techniques (EFT), é certificada em Psicologia Positiva pela metodologia do professor Tal Ben-Shahar, de Harvard. Jornalista, dedicou-se às áreas de Comportamento, Saúde Holística e Sexualidade, sendo pós-graduanda em Terapia Familiar e coautora do livro Saúde Emocional (Editora Ser+). Colaboradora do blog da Sociedade Brasileira de Coaching, escreveu para as revistas Vida Simples, Galileu, Marie Claire, Bons Fluidos, Educação, Ana Maria, Viver Psicologia e Claudia, entre outras. Foi colunista das revistas Viva Saúde, Corpo a Corpo e Meu Nenê. Assina a coluna Dica da Mari na revista Atrevida.

Comentários do Facebook

Deixe seu comentário